Tempo de Leitura: 2 minutos

O Prosas se orgulha muito de possuir usuários de todos os cantos do país. Afinal, essa é uma das principais metas da plataforma: promover a descentralização, facilitando o acesso de pessoas de todo o Brasil às oportunidades de captação de recursos.

Por isso, escolhemos uma empreendedora que vive às margens do Rio Xingu, no meio da Floresta Amazônica, para contar um pouco sobre como o Prosas a ajuda na viabilização de seus projetos.

Dandara Sousa de Oliveira é mulher negra, transexual, que luta ativamente por causas de grande relevância social. Ela é coordenadora do Núcleo de Juventude Negra LGBT do Centro de Formação da negra e negro da Transamazônica e Xingu – CFNTX, que atua no fortalecimento de políticas públicas para a população negra dos rios e das florestas.

Não é à toa que Dandara se apresenta como “uma guerreira amazônica”: no Prosas desde março de 2018, ela já conseguiu aprovação em dois dos três editais em que se inscreveu. A sua conquista mais recente foi no Edital LGBT+ Orgulho do Itaú, no qual ficou entre os 10 finalistas e recebeu um apoio de 50 mil reais para o projeto “Mulheres Negras LGBTs das Águas e das Florestas: Resistência, Empoderamento e Empreendedorismo Comunitário na Região da Transamazônica e Xingu. ”

Confira o depoimento de Dandara sobre a sua experiência com o Prosas:

O projeto liderado por Dandara visa promover atividades de capacitação e inclusão de mulheres negras LGBTs no mercado de trabalho. A comunidade LGBT de 10 municípios da região Transamazônica e do Xingu que foram prejudicados pela implantação do Complexo Hidrelétrico de Belo Monte, serão as principais beneficiadas pela iniciativa.

Que tal conhecer mais sobre a atuação do CFNTX? Acesse o perfil deles no Prosas e aproveite para fazer parte da nossa rede também.

 

BannerBaixo_Emp